Awsome!


Em primeiro lugar, quero agradecer ao Alexandre e a Beth pelo carinho e apoio que me deram em seus comentários. O post de hoje vai ser só para esclarecer algumas coisas sobre o post anterior.
Alexandre, eu não acho que psicólogos sejam só para os loucos não! Eu amo os psicólogos! rs Se eu já não tivesse escolhido a minha profissão, psicologia com certeza estaria no topo da minha lista. Na época só não procurei ajuda porque era muito nova, não tinha informação e porque de certa forma minha mãe que deveria ter visto isso. Você há de concordar que não existem muitos adolescentes problemáticos por aí que decidem por conta própria buscar por uma ajuda psicológica. Mas depois de crescidinha eu procurei sim, primeiro um psicólogo e depois um psiquiatra. E a sensação é exatamente aquilo que você disse, a gente sente que se cortando a alma se liberta, você sai daquele corpo que só te dá angústia e é esse o motivo mesmo de muitos praticarem o cutting.

O motivo pelo qual me sinto em dúvida se estou curada disso é porque vira um "vício", e é difícil uma pessoa se livrar de um vício. Você consegue com muita força de vontade se controlar, mas se tiver uma recaída já era. Mas eu consigo me controlar muito bem, só sinto essa vontade quando fico muito frustrada mesmo o que é difícil de acontecer. Hoje em dia sou uma pessoa muito bem resolvida. Não busco defeitos mas sei que não sou perfeita. Eu aceito meus defeitos e tento melhorá-los, quando não consigo eu aceito e tento fazer com que meus defeitos não prejudiquem outras pessoas. Dou risada de mim mesma, acho isso muito importante, a pessoa conseguir rir de si mesma. Eu agradeço ter passado por tudo que passei, todos os transtornos porque foram eles que me moldaram e hoje sou o que sou. E eu gosto muito da minha pessoa, I'm awsome!! rs
Quero reforçar o que eu disse no post anterior, se alguém estiver sofrendo e passando por essa situação, busque ajuda. Quem quiser conversar comigo vou estar de braços abertos, não precisa ser sobre esse problema específico, pode ser qualquer coisa, eu sei ouvir quietinha rs e sei falar também quando é hora de falar sem julgar e sem dar conselhos. Mas não sou nenhuma profissional, por isso antes de mais nada, busque um profissional.

Obrigada mais uma vez Beth e Alexandre pelo carinho ;)

"I will crawl, there's things that are worth giving up I know, but I won't let this get me I will fight, you live the life you're given with the storms outside, somedays all I do is watch the sky"


2 comentários:

Beth/Lilás disse...

De nada! Não precisa agradecer, não! Nós somos todos humanos e por isso temos nossas quebradas na vida e depois, olhando pra você aí em cima, mesmo toda enroladona em cobertas, constato que és mesmo linda. A beautiful girl!
Tudo de bom para você, garotinha!
beijos cariocas meio friozinho ainda por aqui, mas com sol lá na esquina da praia.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Thayla, não tem nada que agradecer não, imagine.
E fico contente que vc encontrou ajuda, que então compreendeu melhor o que se passava com vc na época. Imagino como foi barra, não foi fácil né.

E todos nós temos erros, fraquezas, medos...às vezes disfarçamos melhor, só isso rs.

que bom, viu, fico contente!
e seu post serve de ajuda para muitos que hj vivem o que vc viveu um dia.

eh isso ai Thayla! bola pra frente, vc é uma garota que merece tudo de bom!