Minha idéia é meu pincel - Edgar Degas

Blogagem coletiva, proposta da Glorinha L. de Lion


Hoje, ao invés de pensar em palavras para transmitir o que essa tela me passou, resolvi aceitar a sugestão do Alexandre e desenhar.
Sem delongas, eis o meu desenho:




Ser bailarina não é tarefa fácil, é exigido acima de tudo, muita disciplina.
Assim como ser uma bailarina, viver também não é fácil.
Nós sonhamos, queremos vencer a todo custo. Mas os caminhos são penosos.
Cheio de espinhos. Constantemente estamos abrindo feridas e sangrando.
Mas elas cicatrizam. E nós continuamos. Seguimos em frente.
Ou pelo menos deveríamos.
Eu tenho dentro de mim uma força incrível.
Sou lutadora e digo com todo orgulho.
Me sinto uma bailarina. Mesmo com toda a dor e dificuldade, não paro. Luto. Danço. Fico leve e vôo como uma borboleta.

12 comentários:

Jana- base girl =D disse...

Oi lindeza!!vi que é do Japão né? estou convidando as blogueiras do Japão para um amigo secreto que estou organizando!! vai ser bem legal estarei sorteando no domingo as regras do amigo secreto est ano meu blog!!
aguardo vc ein!!
bjão

pensandoemfamilia disse...

Olá
Falamos de formmas diferentes mas abordamos o mesmo aspecto, enfim tivemos as mesmas impressões sobre a tela, dança e vida, liberdade e transformação.
Fico feliz com sua visita.
bjs

Glorinha L de Lion disse...

Viver é sofrer, é dor e gozo, prazer e sofrimento...Sinto tb essa força em mim, um constante renascer, bonito teu texto e teu desenho, obrigada, bjs,

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Eu achei lindo! porque é um talento seu que conhecemos.

viver não é fácil e nunca será, não importa aonde. o importante é saber bailar a dança da vida, lutar, ir em frente! veja qta coisa vc superou, conseguiu, aprendeu. é tudo isso que te dá a bagagem para seguir em frente e mais forte, Thayla. Jamais desista! e continue a mostrar sua arte, como bailarina da vida, como desenhista, o que for, sempre!
bjs e parabéns!

Socorro Melo disse...

Oi, Thayla!

Adorei o desenho, parabéns! Ficou belíssimo.
E concordo com suas palavras, também acho que na vida somos como as bailarinas (ou bailarinos), devemos ter disciplina, perseverança, mas, acima de tudo garra, paixão, e objetivo (foco.
Você é uma guerreira!
Nos mostre mais do seu talento (desenhos), são muito bonitos.

Beijos
Socorro Melo

orvalho do ceu disse...

Oi, estimada amiga Thayla
Hoje estou indisposta demais e vc levantou-me o ânimo com o que nos dirigiu em palavras tecidas com suavidade em seu poema de hoje... Muito obrigado de coração.
Sabe, o seu desenho foi muito significativo para mim, vislumbrei uma bailarina com o coração em festa... cabeça "voadora"... que conduz à alma e o corpo em constante bailado de paz...
Deus envia portadores do bem, como vc, para nos aliviar a alma, corpo e coração, legal demais isso!!!
Abraços fraternos com votos de saúde e paz.

Lianara **Lia** disse...

Oi Thayla

Emocionante sua postagem!
A vida é assim mesmo, dura e cheia de espinhos e também leve como uma borboleta que voa na superação.

Adorei sua participação! Lindo!

Beijos
Lia
Blog Reticências...

Siala disse...

O desenho está lindo! Eu adoro borboletas...e bailarinas...
Mesmo com toda a dor e dificuldade, não paro. Luto. Danço. Fico leve e vôo como uma borboleta.
Fiquei seguidora!
Namasté!

Beth/Lilás disse...

Thayla,
Você é mesmo uma gracinha, tal qual uma bailarina azul de Degas!
Cheguei tarde, mas não deixei de participar com um post e visitar os amigos queridos, por isso estou aqui.
beijoquinhas cariocas

Luma Rosa disse...

Thayla, o seu desenho expressou muito bem a dor e liberdade. Talvez um amor aprisionado? Porque vejo o abraço da rosa com espinho encravados, um sofrimento lento... também comparo as sapatilhas que abraçam pés que sangram!!
Você é muito talentosa e agregada a determinação, vai longe!! Beijus,

Lyra disse...

Oi, Thayla!
Quanto talento! Seu desenho ficou lindo! Amei!
Vc dança mesmo, ou é apenas uma metáfora? Eu já fiz balé tb, mas parei, para me dedicar a outras coisas! :)

Bjos

Ingrid de Souza disse...

:O
QUE LINDO!
Quero ser atriz, na verdade estudo para isso, e posso te dizer que não é a maior facilidade que encontrei na minha vida...

Bsos